Esperando novos messias capengas

 

As estórias que acontecem neste país não serão jamais trazidas ao conhecimento do público, pois elas obedecem a interesses que criam determinadas “lendas urbanas”, antigamente “conversas de bastidores”, ou seja, indivíduos com a capacidades cognitivas limitadas estabelecem normas absurdas que sujeitos que estão no momento ocupando cargos nos três Executivos, noticiam aos ventos como soluções administrativas.

Neste período único do país necessitamos de gestores que se mostrem além da mediocridade estampadas nos cinco mil e quinhentos e setenta municípios, capazes de refazer tudo em termos administrativos, pois o futuro imediato assim determina. Nunca a frase “o futuro será diferente” é tão atual, porém, com milhares de vidas perdidas diariamente esperar novos messias capengas não será a melhor opção.

 

Recebido

06-07-2020