A Maconha e o seu plantio no Brasil

 

O Projeto de Lei 399/2015 de autoria do deputado federal Fábio Mitidieri [PSD-SE], prevê a permissão de plantio de maconha no Brasil para a produção de medicamentos.

Este PL atrai as atenções e representantes do agronegócio, assim como conta com o apoio de parlamentares do PT, PTB, PSDB, Cidadania, PSB, PSD, PSOL, PCdoB e Novo. Contrário à ideia estão deputados da bancada evangélica.

Produtos feitos com a cannabis para ajudar no tratamento de epilepsia, Alzheimer, Parkinson, depressão, insônia para atenuar dores crônicas e para ajudar contra os efeitos colaterais de quimioterapia movimentam investidores, pesquisadores, empresas, governos nos EUA, Canada, Europa, Ásia e América Latina. E é um negócio crescentes com promessas bilionárias.

A discussão sobre a permissão de plantio de maconha no Brasil agrada diretamente às biotechs que investem na pesquisa e produção de medicamentos no país e que hoje dependem da matéria prima importada. O argumento das empresas é que se as plantas puder ser cultivadas legalmente aqui, o preço do medicamento cai.

In:

Jornal Valor Econômico

28 de agosto de 2020